Blog Estudos e Sucesso

Esta página é voltada para a discussão de questões referentes ao Direito Administrativo, principalmente, por meio de questões comentadas cobradas em concursos públicos

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Tiririca, Esperto ? Besta ? Estratégico ?

Tiririca


Ivaldo Lemos Junior 
Promotor de Justiça








Não é difícil entender porque o Tiririca recebeu 1.353.766 votos. Difícil é imaginar que recebesse 766 se, em vez do bordão e da dançinha, ele tirasse a peruca e o chapéu e fizesse uma cara bem séria. Que tirasse a indumentária característica e por baixo estivesse vestido sobriamente, e afirmasse, com toda a gravidade do mundo:
- Bom dia, meus concidadãos. Hoje eu não sou o Tiririca, um artista de circo, que é a minha profissão e da qual muito me orgulho porque levo alegria para crianças e adultos. Meu verdadeiro nome é Georges Carlos Fredderico Moreira Seigneur e pretendo integrar a Câmara dos Deputados porque há vários anos venho desenvolvendo um projeto de política cultural, disponível no site que aparece aí no vídeo, e que vem funcionando como um relevante fórum de debates, do qual participam autoridades no assunto e interessados em geral.
Em um momento mais confessional, o candidato atacaria:
- Dizem que sou analfabeto ou analfabeto funcional. O primeiro é aquele que não sabe ler. Pode ser a vossa própria situação, prezado eleitor, se vos colocarem na frente um texto em sueco, holandês ou russo. Vossa Senhoria sabe que aquilo é um escrito que pode ser decifrado, mas não por si, se for esse o vosso caso, em razão da falta de treinamento no trato com o idioma. Não é vergonha o desconhecimento de um único vocábulo nas línguas retro mencionadas. De forma alguma é essa a minha própria situação em relação à nossa Inculta e Bela.
E ainda:
- O analfabeto funcional consegue ler mas não consegue entender. Sabe fazer as conexões adequadas entre as letras, que formam palavras; estas formam frases, e tudo faz sentido. É a plenitude do sentido que o analfabeto funcional não consegue alcançar. Mas, nesse ponto, somos todos analfabetos funcionais em alguma medida. Perdoe-me, leitor, mas o Senhor que leu as lendas de Chaucer conseguiu entendê-las todas? E o conteúdo d´Os Sertões, de Euclides, ou Saudades do Carnaval, do Merquior? No próximo programa prosseguirei.

Nenhum comentário: